Serviços de Eletrônica e Vídeo Produtora com TÉCNICA E INTELIGÊNCIA!

Prestadora de Serviços Técnicos Eletrônicos.Especializada em serviços EXCLUSIVOS para empresas do setor de eletrônicos e Vídeo Produções.Serviços Especializados para Pessoas Físicas e Jurídicas.CONHEÇA NOSSA EMPRESA!

Uma das Únicas do Brasil.Especializada em Técnologia e Eletrônica!

Vídeo Produtora ESPECIALIZADA para empresas do Setor de Eletrônicos.Vídeo Manuais,Vídeo Treinamentos,Vídeo Aulas de Eletrônica para faculdades,cursos,escolas e MUITO MAIS. Conheça nosso Diferêncial!

Especializada em INFORMÁTICA/LINUX e Segurança ELETRÔNICA

Equipe Técnica especializada em informática atuando desde 1986 no setor!Treinamentos,reparos/manutenções,consultoria e muito mais. CONFIRA!

Prestador IDEAL para empresas do Setor Eletrônico,instaladoras,fabricantes,revendas,Importadores!

Equipe técnica com mais de 10 anos de Experiência em várias linhas de Produtos Eletrônicos.Especializados em Treinamento Técnico,Suporte Técnico,manutenção e muito mais! Veja nosso Diferencial!

Vídeo Produtora Especializada em Web-Vídeo. Mais acessível para Pessoas Físicas!

Somos uma vídeo produtora também focada no público doméstico!Com serviços especializados e de preços mais acessíveis com usarmos técnologia LINUX em nossos equipamentos! CONFIRA!

ESI JMJG Ⓡ SERVIÇOS TÉCNICOS E VÍDEO PRODUÇÕES ESPECIALIZADA.

Empresa Prestadora de Serviços Técnicos Eletrônicos.Especializada em Treinamentos, Suporte Técnico, Reparo/Manutenções de Informática/Eletrônicos.Especialista em INFORMÁTICA/LINUX e SEGURANÇA ELETRÔNICA. Vídeo Produtora Especializada para empresas do setor de Eletrônicos. Atendemos pessoas Físicas e Jurídicas com serviços EXCLUSIVOS e DIFERENCIADOS.Seja qual for tua necessidade nosso Serviço é feito com TÉCNICA E INTELIGÊNCIA!

Baixe aqui todos os Pacotes redistributable do C++ necessário para rodar qualquer jogo no Windows

Baixe aqui os Todos Pacotes Redistribuíveis do Visual C++ (2008,2009,2010,2011,2012,2013,2014,2015) Necessários para rodar Jogos e aplicativos no Windows (XP,Vista,7,8,10). Instalação única 32 ou 64 bits!

Um dos grandes problemas que usuários Windows passam é que o sistema operacional vem completamente vazio, e para rodar o básico de aplicativos, muitas vezes é necessário a instalação de ferramentas básicas (Java, Adobe Flash, C++ Redistributable, .NET Framework, etc)...

Sem isso, rodar aplicativos no Windows pode ser um problema, pois muitos simplesmente não executam!

Hoje vamos falar do que é o C++ (para leigos é claro)!

O C++ é uma linguagem de programação, ou seja, é um dos métodos usados para que os desenvolvedores de aplicativos possam fazer aqueles programas que usamos (Pacote Office,navegadores de internet,etc). Cada linguagem é como um idioma próprio (embora sejam em Inglês usam códigos diferentes) e as vezes são necessários recursos adicionais para executar um aplicativo compilado em linguagem C++.

Compilar significa, traduzir o aplicativo na linguagem C++ para a linguagem de máquina (computador) esta sim é efetivamente o que iremos usar diariamente! Mas a Microsoft criou um ambiente próprio para desenvolvimento de aplicativos no Windows, chamado de Microsoft Visual Studio

Muitos aplicativos Windows são escritos na linguagem C++. É o caso de Jogos! Muitos Jogos modernos feitos para Windows, necessitam de um complemento do C++ para que possam rodar normalmente, o problema é que isso NÃO vem embutido na instalação do Windows.


O usuário fica sem saber o que fazer! Não entende o motivo pelo qual o programa não roda. Para piorar, o Visual C++ possui versões (2008,2010,etc) e dependendo da versão usada para compilar o software, será necessário um complemento diferente.

O Pacote redistribuíveis do Visual C++ são uma forma de contornar este problema, pois dentro deles estão os complementos necessários para que cada aplicativo possa funcionar corretamente. O problema é que estes pacotes estão em versões!

Então se você possui um Jogo que precisa de um "Visual C++ 2010 Redistribuitable" não adianta baixar o "Visual C++ 2008 ou 2012 Redistribuitable"

Uma versão atual não substitui a nova, ou seja,você precisará da versão correta (2008,2010,etc) no qual o seu aplicativo foi compilado! Resumindo a versão 2010 não tem elementos da 2008, e sim elementos da 2010!

Por isso é tão difícil para usuários do Windows, ficarem caçando por ai, qual a versão correta!

A solução é este Pacote Universal, que já instala automaticamente no Windows TODOS os complementos do C++ ausentes! Ele checa o sistema e atualiza o que precisa sozinho, TUDO de uma vez!

Para facilitar os pacotes de instalação estão divididos em versões de 32 Bits e 64 Bits.

Pode Confiar. Este Download está Protegido contra vírus ou pragas digitais. Não temos interesse em capturar informações particulares, nem causar danos em seu computador. Pacote testado e não confie caso ele tenha sido baixado de outra fonte!








Baixe%20C%2B%2B%20para%20Jogos%2032%2F64%20bits

Eu recomendo instalar os dois para quem usa sistemas 64Bits!

Muitos aplicativos podem depender das versões 32 Bits também.


Com isso esperamos que os usuários Windows possam rodar seus Jogos tranquilamente, sem ficar quebrando a cabeça e perdendo tempo em várias pesquisas pela internet!

Até a próxima.
JMJG

Melhorando desempenho da placa de vídeo passiva Troca de Pasta e instalação de cooler incrível resultado!

Veja como Melhorar o Desempenho de sua Placa de Vídeo Passiva sem Overclocking! Trocar pasta e instalar um cooler ativo! Redução de 30°C e +30% de performance!
GPU dedicada


Usuários de computador que exigem mais performance, principalmente em jogos, vão instalar uma placa de vídeo OFFBoard! Isso devido ao fato de que será adicionado um processador adicional, dedicado exclusivamente para vídeo, conhecido como GPU (Graphics Processing Unit) ou VPU. Este processador cuidará exclusivamente dos "comandos" gráficos, e deixará a CPU livre para outras tarefas! 

Para quem não sabe o vídeo é o dado que ocupa mais poder de processamento no computador, por isso as placas de vídeo OFFBoard melhoram o desempenho de qualquer máquina! 

Porém, as placas ONBoard, são mais econômicas, e recomendadas para usuários que não usam jogos pesados, ou aplicações gráficas mais elaboradas. Em chips de vídeo ONBoard, não se pode melhorar o desempenho de modo algum!
ONBOARD é embutido na placa mãe!
A tecnologia ONBoard, reduz a quantidade de placas necessárias para funções simples, hoje (vídeo,som,rede,etc) estão integradas na Mobo (placa mãe) com chips ONBoard, isso reduz o custo para computadores populares principalmente. Porém eles não conseguem ser melhores do que os Chips OFFBoard. Como resultado, acaba não agradando a maioria dos usuários exigentes por performance!

Para quem comprar uma placa de vídeo OFFBoard, saiba que ela virá em duas configurações (o fabricante determina isso).

Placa de Vìdeo com Refrigeração Passiva (7100GS)

Refrigeração Passiva: Geralmente estas placas só possuem o próprio dissipador de calor para se resfriar, o que limita o desempenho geral da GPU, pois ela alcança maiores temperaturas rapidamente. O sistema passivo, depende do ar do ambiente e sua circulação para retirar o calor do chip GPU, o que é feito lentamente. Como resultado estas placas atingem alta temperatura, limitando a GPU em performance e desempenho. 
Placa de Vìdeo com Refrigeração ATIVA

Refrigeração Ativa: Destaca-se nestas placas a presença de um Cooler (ventilador) adicional, para melhorar a refrigeração do dissipador de calor. A presença do ventilador, melhora em muito o desempenho da GPU, pois ao forçar a passagem de ar pelo dissipador, ela acelera a troca de calor, que agora é feito muito rapidamente. Como resultado, estas placas mantém uma baixa temperatura melhorando a performance da GPU!

Porém nem toda placa de vídeo com refrigeração passiva é ruim! Muitas vezes o chip GPU é o mesmo usado em placas ativas, somente o fabricante ficou com "economia boba" e não colocou um FAN (ventilador) na placa!

Conhecendo melhor as placas de vídeo

GPU: Este chip é um processador especial, nele são processadas apenas instruções de vídeo, o que levaria muito tempo se fosse feito pela CPU normal. Mesmo CPU de 4 ou 8 núcleos, vão ficar mais lentas quando tem que processar dados de vídeo! Assim a GPU cuida desta parte, deixando a CPU 100% livre para outras tarefas, o que aumenta incrivelmente a performance do computador! Porém a GPU é um processador também, e pode esquentar muito! A temperatura ideal deve estar entre 40°C e 55°C no estado IDLE (repouso, sem estar jogando ou sendo utilizada).

Em plena atividade (jogos, ou processamento gráfico), ela deve chegar entre 65°C e no máximo 75°C. Temperaturas muito acima dos 80°C vão causar degradação da GPU, com lags (travamentos) e danos nos componentes da placa de vídeo ou até mesmo da placa mãe! 
Nvidia Control Center do GNU/LINUX

Isso pode não acontecer na hora, mas pode ser com o tempo de uso, o que reduzirá a vida útil do seu equipamento! Utilize um aplicativo (no LINUX o driver da Nvídia permite acompanhar a temperatura) para checar a temperatura da sua GPU! Se ela for passiva, obrigatoriamente faça os passos mostrados no vídeo! A instalação de um cooler é altamente recomendável!

Pasta Térmica de Prata

Pasta Térmica: Quase ninguém se preocupa com ela, mas mesmo na CPU ela deve ser trocada á cada 6 meses! Isso pois a alta temperatura, faz com que ela seque com o tempo, se tornando uma substância "empedrada" prejudicando a dissipação do calor. A pasta térmica ajuda a eliminar o ar e imperfeições dos materiais, fazendo um contato perfeito entre o processador e o dissipador de calor, transferindo o calor muito mais rápido! Mas se estiver velha, ela poderá agir de forma antagônica, atuando como um isolante térmico, o que aumenta a temperatura do processador ao invés de diminuir!
Para processadores de alta performance (4 núcleos ou +) ou GPU se recomenda as pastas térmicas com liga de prata, pois possuem uma condução térmica maior!

A pasta térmica da CPU/GPU só deve ser trocada por profissional técnico qualificado, usuários leigos podem causar danos em seu equipamento. Consulte nossa empresa!
Placa de vídeo Passiva.
Em nossa placa de exemplo, a refrigeração passiva, foi melhorada com a troca da pasta térmica, e a inclusão de um cooler!


O Ventilador pode ser modelo de 2 fios ou 3 fios! Se for de 2 fios ligue usando um Molex diretamente na fonte do computador ( IDE é melhor). Se for de 3 fios, ligue na Mobo (placa mãe) no SysFan/ChassisFan.
O importante é que o cooler seja de 12V DC! Pequeno e na espessura certa, não use o padrão de 8cm, é muito largo e grosso, além de fazer muito barulho!


Utilize parafusos auto atarraxantes para prender o Cooler no dissipador! Evite usar cola quente/fita dupla face. Isso pode causar o deslocamento pela alta temperatura >50°C, além de causar ruídos. Meça o tamanho do parafuso, e sua espessura, o tamanho ideal não pode chegar ao fundo do dissipador, e sua espessura ideal, deve permitir o rosqueio automático, sem deformar ou destruir aletas do dissipador de calor.

Com isso, sua placa de vídeo passiva, terá maior desempenho, sem necessidade de overclocking (o que até a queimaria). A vida útil do seu equipamento também será incrementado, e você evitaria torrar/queimar literalmente seu equipamento.

Até a próxima.
JMJG
Eng Eletrônico.

Placas de Som Antigas são melhores do que as novas? SIM e veja o motivo testando na prática o mito!

O antigo pode superar o novo? As antigas placas de som, são melhores do que as novas? Teste Comparativo veja os resultados e se surpreenda!

Testando uma Yamaha OPL3-SA3 Slot ISA (1990) no Linux Mint. Surpreendente!


Confira o Resultado do Teste de uma Placa ISA com Yamaha OPL3-SA3 e Amplificador Integrado TEA 2025B! 


Fazer Som no computador, é algo que já existe desde 1951 (Ferranti Mark 1), quando se teve registro disso. Claro que não era um super HI-FI 3D Surround Dolby Digital, mas...era fascinante um equipamento eletrônico reproduzir suas primeiras notas musicas naquela época.

Já na era do famoso 286 (1984), os computadores já utilizam um pequeno alto falante, em seu gabinete. Com isso os jogos poderiam reproduzir trilhas sonoras, muitas delas empolgantes, tudo isso usando beeps (frequências tonais distintas). 
Até então era isso que se tinha de melhor, para SOM no computador. Porém a necessidade de mais tecnologia, foi desenvolvendo as famosas PLACAS DE SOM, que eram encaixadas nos computadores, como forma de acessório melhorando e muito a experiência com o usuário sobre música digital.

PLACAS DE SOM (As mais famosas)

As placas de som, tinham um "processador" dedicado, que poderiam prover um melhor tratamento ao som, além de circuitos capazes de aplicar efeitos e filtros ao sinal de áudio, ajustes de graves/agudos e reprodução de músicas MIDI (aquelas tocadas por teclados).


Nos anos 90 se destacam as placas da "AdLib" e da "Creative" com 16 bits, que transformavam o computador em um verdadeiro centro multimídia. Aqui alguns jogos antigos, tiravam proveito destas placas, para tocar músicas e trilhas sonoras muito empolgantes, era realmente uma grande melhoria, que praticamente inutilizava o falante interno do computador (8 bits).



Ainda nos anos 90, a Creative trouxe ao público seus arrasadores kits Multimídia (Creative Sound Blaster). Neste Kit vinham:


  • Placa de Som de 16 Bits (com suporte CD/ROM+saída amplificada+entrada de microfone,MIDI)
  • CD/ROM (2X) + Títulos de Jogos em CD-ROM
  • CD com Drivers para MS-DOS/Windows 3.11/95
  • Caixas Acústicas Passivas (SEM Amplificação) com ótima acústica de graves/agudos
Isso deixava qualquer usuário de computador maluco para comprar! Aqui no Brasil este kit fez tanto sucesso, que o termo "Kit Multimídia" era usado comercialmente para destacar computadores que tinham essa capacidade.

Em matéria de SOM, era o estado da arte!


Yamaha OPL3-SA3 A151-A00 (Recursos e Especificações técnicas)

Slots ISA X PCI
A placa A151-A00 (Addonics) é uma placa de Som de 16 Bits, totalmente amplificada! Potente mas que ainda se conecta com os antigos barramentos ISA 16 BITS, típico dos computadores dos anos 90. Na foto o barramento ISA de 16 Bits é o preto, e o famoso PCI (mais moderno) é o branco.

Felizmente o barramento ISA de 16 Bits é melhor do que seu antigo ISA 8 Bits! Esta placa é mais atual e com desempenho superior, compara as primeiras gerações de placas ISA 8 bits!


A151-A00 Básica
Esta placa era fabricada por algumas empresas distintas (addonics,yamaha,etc), que poderiam acoplar funcionalidades diferentes para cada uma. Basicamente ela tinha conector de MIDI/Joystic, saída para caixas passivas, entrada de microfone, entrada de linha (para conectar rádio,K7,etc).

Eletronicamente poderiam ter um "layout" diferente interno, pois cada fabricante poderia mudar um pouco os recursos adicionais.


OPL Yamaha

A placa Original (OPL) fabricada pela própria Yamaha, tinha todos os recursos básicos da A151-A00 e mais um excelente controlador de MIDI,conexão interna para CD-AUDIO, e entrada/saídas adicionais. 


A151-A00 com Suporte á CD-ROM
Muitas placas mãe antigas (80/90), ainda não tinham o famoso controlador para drives de CD-ROM! Este recurso era fornecido pela placa de som (dos Kits Multimídia), que possuíam um conector IDE 40 pinos, para que o cabo flat de controle do CD-ROM fosse ali conectado. Assim o computador poderia ler o CD-ROM via placa de som, e não pela Placa mãe! (na foto, o conector do CD-ROM está no canto esquerdo).

Placas externas aos kits multimídia, não possuíam este recurso, e no caso apenas o som poderia ser incrementado (nossa placa de teste).


CHIP YMF718-S Yamaha
O chip Yamaha YMF718- era o processador de som, usando 16 bits.  Ele também é responsável por controlar as funções do CD-ROM (quando disponível na placa), compatibilidades com recursos SoundBlaster , Adlib, WAV e MIDI, MPU-401. Além de que também poderia adicionar controle de graves/agudos e o incrível recurso de 3D-Surround, fazendo com que ouvir músicas fosse uma experiência sem igual (mesmo a placa sendo Stereo-2 canais).

No Windows o driver para este Controlador, é padrão no Windows 95/98/ME e no GNU-Linux o driver que foi testado é o OPL3-SA3 já fornecido, bastando apenas ser configurado (Linux MINT 17.1).Em outros sistemas, você deverá pesquisar sobre o suporte para OPL2-SA2 ou OPL3-SA3.
AMPLIFICADOR TEA2025B INTEGRADO
Toda a potência desta placa de som, era devido ao circuito TEA2025B, da ST, um chip amplificador STEREO, com incríveis 2,3W por canal! Isso poderia tocar tranquilamente caixas acústicas passivas, em alto e bom som!


EXEMPLO de AMPLIFICADORES COM TEA2025
Originalmente o TEA2025B era usado como chip amplificador de rádio AM/FM, dentre eles Tape K7, ou qualquer outro equipamento portátil, pois o chip funciona com uma grande variedade de tensões (3V min e no máximo 12V). Quando maior a tensão, maior a potência!

Ele ainda pode ser ligado em modo "bridge" o que fará perder a função STEREO, mas ganhará em potência, única de até 4,7W com carga de 8 ohms!

Devido a praticidade deste circuito, ele é utilizado em larga escala, servindo de base para circuitos amplificadores de muitas caixas acústicas externas (até hoje).

Na placa A151-A00 OPL3, este chip já estava integrado na placa, e configurado para usar quase todos os seus 2,3W por canal! 


Caixas Passivas SBS-30 
Para finalizar a qualidade do som era reproduzida em caixas de alta qualidade (SBS30) da Creative, com fidelidade, marcando a presença de graves e agudos com perfeição acima da média. 


SOM ONBOARD na Placa mãe!
Como podem ver, melhor, OUVIR, a qualidade de som destas placas antigas+falantes passivos, é superior aos kits atuais. Sem contar que as caixas amplificadas de hoje, em sua maioria, não conseguem chegar nem na metade desta placa!

Hoje temos os chips de som, embutidos de forma "onboard" porém eles NÃO são amplificados! Muitos deles, também não possuem efeitos 3D-Surround, nem ao menos um controle de grave/agudo. 
Somente placas mãe de alta qualidade é que possuem chips de som melhores, mas mesmo assim, ainda dependem de uma amplificação externa!

Resultado: Sim, as placas antigas de som, conseguem ser melhores do que as placas novas, mesmo as de 32bits, pois aqui não estamos comparando resolução do sinal/amostragem, mas sim recursos e potência!

Ela consegue ser melhor que 85% do som dos Notebooks/Netbooks do mercado, e 65% das caixas amplificadas do mercado.


Quem tem ouvidos, que ouça essa!


Vou deixar o datasheet do TEA2025B para baixar, caso alguém queira brincar com este chip (pode comprar ou retirar de outro equipamento usado)




Assim, amantes da eletrônica, podem conhecer melhor este fantástico circuito integrado, que foi/é utilizado em equipamentos de áudio, principalmente os portáteis.

Até a próxima.
JMJG
Engenheiro Eletrônico

Projeto universal Lâmpada LED no porta luvas do Carro com barra de led reaproveitado de luminária emergência usada

Projeto Universal de Lâmpada LED para Porta-Luvas de Carro ou Iluminação Interior. Usando peças de uma luminária de emergência usada (barra de LED's). (Ref de Teste: Pálio/Siena 2008 HLX)

Reaproveite suas lâmpadas de emergência LED para boas ideias como essa. Veja o Projeto abaixo! 

Não é novidade para o público, que as famosas lâmpadas de LED's são mais econômicas e com visual muito mais agradável, produzem uma iluminação muito mais homogênea e com vantagem de manter a bateria do carro sempre em dia. Mas parece que muitos fabricantes nacionais, ainda continuam a usar as antigas lâmpadas incandescentes em grande parte das funções (lanternas,luz interna,etc....)

Cabe ao proprietário do veículo, ir substituindo as Lâmpadas aos poucos por novas e com tecnologia LED se desejar. 

Alguns veículos trazem a comodidade de possuir o porta-luvas iluminado, ou outras partes tais como (para-sol, luz interna, luz nas portas,luz do porta-malas) mas grande parte delas ainda são aquelas amareladas incandescentes).

Então como substituir estas lâmpadas sem gastar muito dinheiro? Temos um jeito de reaproveitar as antigas luminárias de emergência (usadas e sem bateria) que iriam parar no lixo, para nos dar mais uma utilidade pública, vejamos...

1) Reaproveitando a Luminária de Emergência (Barra de LED's)
(Somente para Técnicos e pessoas com conhecimento elétrico)

As famosas luminárias de emergência, de uso obrigatório em locais públicos, e muito útil em residências também, já aderiu à moda do LED alguns anos. Antigamente elas usavam lâmpadas fluorescentes...

Mas o que ainda falta melhorar é a duração da bateria interna, geralmente é o que condena estas luminárias ao lixo.Você pode desmontar esta lâmpada usada e com bateria fraca (que não compensa arrumar e iria parar no lixo) e reutilizar um componente muito desejado,as famosas Barras de LED's!

Geralmente são 3 Barras, ao desmontar a lâmpada você verá, basta separar do circuito da lâmpada. Normalmente as Barras são individuais e estão agrupadas em conjunto de 10 LED's (depende do tamanho da luminária).

Para ajudar, esta barra já está conectada em série, ou seja, todos os LED's já vão acender juntos, basta apenas identificar o + e o -.

Cuidado! Não ligue Direto nos 12V, você irá queimar todos os LED's da Barra! Continue lendo...

Agora está na hora de preparar o circuito da Lâmpada do carro...Em nosso exemplo, usaremos o circuito da lâmpada do porta-luvas da linha Pálio/Siena 2008.



2) Retirando o circuito do Porta-lâmpadas (depende do carro,ver manual)

Em nosso caso, esta modificação foi incentivada devido ocorrer um defeito no circuito do interruptor, que mantinha a lâmpada acessa direta (consumindo e acabando com a bateria).

Infelizmente a retirada da Lâmpada do Porta-luvas da linha Pálio/Siena não está no manual, o que gera dúvidas. Também não existe um fusível direto para este circuito (desligamos todos e nada) então o jeito foi desligar a bateria, até entender como retirar este objeto.

Dependendo do modelo do seu carro, este procedimento pode ser totalmente diferente, mas o importante é que o resultado é o mesmo, precisa ter acesso ao circuito da lâmpada para efetuar a modificação. Consulte o manual do seu veículo (exceto Pálio/Siena) para saber como retirar a lâmpada original e ou circuito.

Uma vez retirado do carro,poderemos trabalhar no circuito, de preferência na bancada. 

Porta-lâmpadas da linha Pálio/Siena 2008 exemplo

Este é o porta-lâmpadas exemplo, da linha Pálio/Siena original, repare que a lâmpada incandescente fica encaixada nos terminais por pressão, é ela que faz o mecanismo do interruptor (pino preto), ligar ou desligar o circuito.

Neste caso o que importa é entender o circuito, como ele funciona. Geralmente o pino fica apertado,quando o porta-luvas está fechado, abrindo o circuito e mantendo a lâmpada apagada. Quando se abre o porta-luvas, a pressão do pino é liberada, e ele fecha o circuito, acendendo a lâmpada.


É um circuito muito simples, mas, pode ser diferente em alguns carros nacionais ou importados. 

O que precisamos é fazer ligações nos terminais positivo, negativo e saber é claro o circuito que está sendo controlado pelo pino que atua como uma chave liga/desliga.

Pare Aqui, se você não tem perfil técnico ou conhecimento de elétrica! Efetuar modificações em conhecimento específico poderá causar sérios danos ao seu veículo. 

Lámpada já fabricada modelo LED.
Se você não quiser arriscar, efetue a troca da antiga lâmpada por uma apropriada já fabricada em modelo LED. Ela encaixa perfeitamente no local original, e não exige adaptações ou alterações no circuito, é só encaixar e pronto, risco zero!

3) Adaptando o circuito para Barra de LED's (somente técnicos ou pessoas com conhecimento de eletricidade).

O visual do projeto é este que está ao lado, a nossa barra de LED's cabe perfeitamente no interior do porta-luvas e com 10 LED's iluminará muito. Temos que manter o sistema original do porta-lâmpadas, pois não haverá facilidade para fazer outro circuito que corte a corrente quando o porta-luvas estiver fechado. Então vamos reaproveitar tudo, exceto a lâmpada incandescente.

O LED, funciona apenas com tensões de 2V e uma corrente de 20mA, ligar diretamente em 12V fará com que o mesmo queime na hora! Para evitar a queima dos LED's, deveremos incluir no circuito um resistor de 500Ohms (560 também serve apesar de gerar brilho menor). 

RESISTOR DE 500/560 OHMS OBRIGATÓRIO para 12V!

O resistor deve ser ligado em em série com o circuito da barra da LED's,e evitará que a barra com LED's se queime, e manterá o brilho no máximo!

O resistor pode ser ligado tanto na fase positiva, quando negativa, então o esquema apenas faz uma ilustração. 

Ele poderá ser embutido já no interior do porta-lâmpadas, para facilitar a montagem.


Agora precisamos fazer dois furos bem pequenos na parte de trás do porta-lâmpadas, para não ficar visível quando se abrir o porta-luvas. Eles devem ser da largura dos fios que vão conectar a barra de LED's no circuito, uns 3mm no máximo.
Ligação INTERNA do PORTA-Lâmpadas 

Agora vamos ligar dois fios de comprimento 14cm, um em cada fase do porta-lâmpadas. Uma delas, deve ser ligada direto,e a outra deverá passar obrigatoriamente pelo interruptor, para que seja ligada/desligada corretamente de acordo com a abertura do porta-luvas.

Também primeiro, deveremos saber as polaridades (+ -), para depois ligar na Barra de LED's, já que se ligar errado, o LED's não acenderá!

Esquema de ligação interna para a Barra de LED
No caso do Pálio/Siena o lado Esquerdo do Porta-lâmpadas é o negativo, e o lado direito (comandado pelo pino interruptor) é o Positivo.

Desta forma, já embutimos o resistor de 500 Ohms no interior do porta-lâmpadas para facilitar a montagem.

Teste tudo antes de colocar no carro, com uma fonte externa de 12V, veja se o sistema liga/desliga corretamente quando pino é pressionado/liberado. Cuidado com Curto-circuito! No caso do Pálio/Siena não achamos o fusível deste circuito, portanto fomos muito cautelosos em testar o sistema antes de reinstalar no carro.

Volte a recolocar o porta-lâmpadas, e utilize fita dupla-face ou cola quente, para fixar a barra de LED's no interior do porta-luvas.


Um excelente visual, e com a garantia de que se o circuito do interruptor der defeito, a barra de LED's ficando acessa direto, não consumirá tanta bateria como a antiga original, livrando o motorista de uma situação desagradável ou até perigosa...

Seja como for, fazendo com barra de LED's, ou comprando uma lâmpada industrializada, o importante é que façamos a substituição das lâmpadas por modelo LED, mais elegante, durável e mais econômica!

JMJG
Engenheiro Eletrônico

Download baixar o K9Copy pacote deb Ubuntu/Mint e derivados Copiar DVD filmes no Linux testado

K9Copy- Backup de DVD no GNU-Linux de forma gráfica.Último pacote .DEB pronto para instalar. Versão 2.3.6


Não é novidade que os famosos DVD's invadiram o mundo digital de vídeo no final da década de 90 (Brasil). Porém os computadores ainda estavam sendo resistentes devido ao preço e tecnologia recente, o famoso CD ainda reinava soberano, até que o preço do DVD foi ficando mais popular e logo suas imensas vantagens aposentaram o CD.
Para o CD existiam diversas ferramentas maravilhosas para fazer o famoso rip (transformar em mp3,etc),mas para o DVD ainda era algo meio raro.

No LINUX um CD pode ser muito bem ripado usando o famoso RipperX, porém o DVD não pode ser tratado por este programa. 

Infelizmente o DVD teve seu suporte no Linux tardiamente implementado, tanto nos serviços de autoração (criação de DVD com menus,etc), tanto na parte de cópia/backup.

Mas como dizem, a espera sempre vale à pena! Atualmente o Linux,ainda mantém várias ferramentas ativas para tratamento de CD/DVD, com instalação fácil de aplicativos.

Cópia/Backup de DVD usando o K9Copy

O K9Copy, é um excelente aplicativo para GNU-Linux, que permite o backup/cópia do DVD original ou até mesmo extrair apenas algumas partes do disco.

Com isso podemos até fazer outro DVD baseado no original, retirando legendas ou dublagens desnecessárias, trailers,etc fazendo um disco mais simples e mais objetivo. Assim poderemos emprestar (sem medo de não devolverem) aquele nosso filme favorito, ou até mesmo seriado ou show. 

Ou para aqueles que não tem o cuidado devido, usar o DVD copiado no lugar do original, preservando e conservando a obra intacta.

O K9Copy consegue ler DVD Single ou Double Layer (camada simples ou dupla) de 4,4Gb ou 8GB tranquilamente. Consegue gravar/copiar diretamente para o drive de DVD ou extrair para o disco rígido partes do disco original, e converter em formato MPEG ou MP4!


Basta selecionar qual capitulo será incluso, o idioma, a legenda e depois em copiar. Poderemos extrair os arquivos VOB, MP4, ou simplesmente copiar todo o disco e sua estrutura, menus,etc.

Atenção: A cópia deverá ser destinada apenas a fins privados, ou domésticos de discos caseiros,particulares. Pela lei, não são permitidas cópias para comercializar um DVD licenciado apenas para exibição (DVD de filmes, séries,shows,etc). A ESIJMJG não se responsabiliza pelo uso indevido dos aplicativos por parte dos usuários, nem incentiva tal ato.  Você poderá copiar seu DVD para manter o original conservado, mas deverá apenas exibir em sua casa, é proibida a venda/aluguel ou qualquer comércio com DVD proprietários (pirataria é crime).

Infelizmente devido ao uso crescente do BluRay, o projeto do K9Copy foi descontinuado,e não está mais disponível para ser baixado usando os repositórios padrão (Mint,Ubuntu,Debian,etc).

A única forma de instalar o K9Copy é fazer a compilação (que é complicada e muito difícil para a maioria dos usuários do Linux não experientes em programação) ou facilmente instalar usando o pacote da distribuição (.deb ou .rpm).

Como muitos usam distribuições Linux derivados do Debian,(tal como nós Linux Mint), por sorte temos o pacote o K9Copy 2.3.6 em formato .deb para ser instalado em qualquer Linux, até mesmo os que usam .rpm podem instalar (consultar como instalar pacotes .deb em sua distro).

Clique no botão abaixo e baixe o pacote .deb do K9Copy

Baixar%20K9Copy%20Download


Agora abra o terminal, e entre na pasta na qual se encontra o arquivo "k9copy_2.3.6-0ubuntu1_amd64.deb" que foi baixado.

Digite: $ sudo dpkg -i k9copy_2.3.6-0ubuntu1_amd64.deb

Forneça a senha de root e aguarde a instalação terminar.

Prontinho, agora é só encontrar o ícone do K9Copy no lançador de aplicativos, e executar.

Vale lembrar que esta versão serve para qualquer Linux, já que as dependências serão baixadas automaticamente. Infelizmente só tenho a versão 64 bits, se necessitar da 32 bits deverá procurar fora deste blog....

Até a próxima

JMJG

Leia Também

2008-2018 Ⓡ ESI JMJG Som&Imagem Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.